Mercado - 17/06/2020

AGOs realizadas e adiadas em função dos efeitos da COVID-19

Segundo dados disponíveis até 6 de junho, das 207 companhias analisadas e que arquivam o Calendário de Eventos na CVM, 144 companhias realizaram suas Assembleias Gerais Ordinárias até tal data. 13 estão previstas para acontecer em junho e 33 em julho, com 17 companhias ainda sem datas definidas para as suas assembleias em função da COVID-19. Foi o que constatou levantamento da MZ publicado semana passada.

Das 46 empresas que adiaram a realização da AGO para junho e julho, a maioria agendou a AGO para o dia 30 de julho, com 43% do total, desconsiderando as 17 companhias ainda sem data definida.

Em relação ao modelo adotado em maio de 2020, 60% das assembleias realizadas ainda utilizaram o modelo presencial de participação dos acionistas, enquanto 40% das companhias optaram pela realização exclusivamente digital, um dos formatos disponibilizados pela MP 931 e ICVM 622.

Para os meses seguintes, 19,6% das companhias que realizarão suas assembleias em junho ou julho definiram oficialmente a utilização do modelo exclusivamente digital para a realização de suas assembleias.

Para mais informações ou para acessar o estudo completo, entre em contato com o time MZ.

Cássio Rufino – CFO & IR.